É o chifre!

photo

O Youtube colocou um anúncio de uma tal “Pegadinha da Doralgina”, na qual, há o seguinte acordo: Escolheram um casal (na verdade, alguns), em determinado momento, uma das partes vai ao banheiro e deixa o celular na mesa, o aparelho começa a chamar com alguém falando “Oi, lindo, vem pra casa, hoje?”, etc. As pessoas tem crises de ciúmes, tiram alianças do dedo, os caras ficam ríspidos, não querem ser tocados, cobrem a cara, ficam fulos da vida.

Na boinha, não tenho estômago pra esse stress todo. Monogamia dá margem para comportamentos abusivos, principalmente caras, vasculhando celular, controlando a vida virtual das parceiras. O ciúmes é sementinha da insegurança e cada um sabe as razões de ter um terreno fértil pra isso e ainda, se a fruta que seu ciúmes produz é uma melancia ou um kiwi. A maioria, ao invés de lidar com as inseguranças preferem projetar frustrações e soltar o verbo pra cima das parceiras, uma pena.

É claro que tem mulher que risca o carro, fica gritando, etc. É incontestável que há dinâmicas de poder dentro das relações afetivas e os caras, geralmente, são os que tendem a exteriorizar a raiva e serem compreendidos “porque a mulher deu razão”.

Damos um peso monumental para o adultério, como se quem “traísse” fosse sempre monstruoso, ou que mulheres que se relacionam com gente casada fossem sempre de caráter duvidoso. As coisas acontecem, as pessoas se envolvem, há um peso moral depreciativo enorme em uma situação que não necessariamente, se traduz no embate de bem e o mal.

Toda a polêmica em torno de ~ser corno~ tem a ver com honra, com ombridade, é uma ferida na masculinidade, já ouvi involuntariamente várias piadinhas em grupos tirando o maior barato da cara de fulano porque ele supostamente era ~corno~. Sério? Que ano é hoje?

O medo de ser corno é o medo de ser passado pra trás, de ser ultrapassado, é competitividade. E do corno macho, de ser pau mandado de mulher. 50 tons de cinza romantiza uma relação abusiva (aquilo lá não é BDSM), e apesar da vergonha, muitas mulheres ostentam seus exemplares no transporte público. Queria ver se fosse com uma Domme fazendo o submisso de otário, se os caras não iam ficar todos de dodói acusando feministas de ~inversão (risos) de valores~, jamais admitindo pros brothers que muitos deles, gostariam sim, de serem dominados.

Homens que saem com mulheres casadas, geram um quê de safadões ilesos, mulheres que saem com homens casados* são difamadas até o cu fazer bico. E os cornos são sempre os sofridos do universo. A gente não dá muita opção, não encara de outra forma, é culpado e inocente sem borrão, sem margem de interpretação, taca na fogueira os talaricos, exalta os traídos.

Chifres são bonitos se bem cuidados, um ótimo ornamento, pena que nem todo mundo sustenta o look.

* Coloquei exemplo hétero porque do contrário leriam como ~pura semvergonhice~ não importando a situação que eu descrevesse.

Anúncios

4 comentários sobre “É o chifre!

  1. Eu não sei se o que mais incomoda as pessoas é o ato em si (a perda da ilusão de posse exclusiva) ou a quebra da confiança. Porque todo o vocabulário envolvido tem a ver com isso – “enganar”, “infidelidade”, “traição”. A historinha clássica é: X mentiu para Y, não revelando que estava se relacionando com Z.

    Mas aí entra a grande sacanagem da monogamia compulsória, né? Porque as pessoas preferem mentir do que dizer “amo você, mas quero sair com outras pessoas”. E, porque dizer isso é um tabu, constroi-se uma rede de mentiras que, na minha opinião pelo menos, é o pior veneno para uma relação.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Deborah estou maluca com os seus textos , eu tbm tinha um blog e sabe quando vc descobre que é a estranha no ninho aquela que pensa por si mesmo e de repente vc percebe tem mais alguem assim no mundo … se possivel mantenha contato atraves do e-mail .
    Continue com esse teor

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s