“Empoderamento” tá na boca do povo

14690886_1268596969827326_5624459982531037531_n
Confira aqui o vídeo

Se faz necessário pontuar os limites da representatividade. Ela não é por si sempre benéfica, bastando colocar alguém extraído de uma minoria. Marcela Temer, Sara Winter, Rachel Sheherazade são mulheres e vão de encontro com um monte de pautas que causam diariamente a morte de mulheres pobres e não-brancas, como é o caso do direito ao aborto legal. Reconhecendo esses limites, importantes e necessários, não compreendo porque o alarde na popularização de termos como “empoderamento”, por exemplo. Tudo o que o capital puder apropriar, ele vai, se sair histórias para crianças pequenas com personagens com dois pais, duas mães, com crianças não-brancas como protagonistas e isso vender, é isso que vai acontecer. É um risco que se corre quando uma palavra é popularizada, ela pode ser torcida e readaptada em roupagens mais palatáveis, mais vendáveis. Assim como eu posso me apropriar do xingamento de gorda para dar novos sentidos a esse rótulo, “o lado de lá” também pode tentar perverter o uso das palavras gestadas no berço das militâncias e movimentos sociais. A luta também é discursiva, “colocar a cara no sol” é também saber que tornar-se visível não é o último estágio e passo. “Não começa nem termina é nunca é sempre”. É nessa crescente realizada principalmente pelas feministas que músicas incríveis como “100% feminista” da MC Carol & Karol Conka (produção do popular  Tropkillaz), podem ganhar corpo e existir com a devida e merecida projeção. Nem toda resistência é underground. Nem toda criação e expressão pra ser genuína precisa ter som e aparência suja, trevosa. As feministas e o discurso feminista não podem se expressar apenas em dois ou três tipos de espaços e numa paleta de poucas linguagens. Eles devem ocupar todos os espaços. Em vários formatos. E seguir. Palavra é como filho, a gente não cria pra si, cria pro mundo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s