Saudade de mais de um

190043g0
Deixa contar um segredinho: Quando você ama mais de uma pessoa ao mesmo tempo os afetos e saudades são insubstituíveis. Eu posso ter me encontrado com vários amigos, afetos, vivido várias coisas bacanas durante a semana, mas deixei de ver uma pessoa específica que eu gosto muito, muito mesmo, que eu amo profundamente. Essa saudade vai ficar. E às vezes dá até uma raivinha de aaaaaaahhhh porque você não está aqui, eu quero demais você!1111 Mas amar mais de uma pessoa também tem dessas. Tem tempos, tem épocas. Tem época que por trabalho ou demais coisas da vida não consigo ver um, não consigo ver outro. E vida segue. É uma prática de respirar fundo e entender que não pertenço a ninguém e ninguém me pertence. Cada um protagonista da própria história. E quando se encontra tem romance, tem amor, tem cuidado, tem amorzinho. E longe, mesmo longe, tem áudio mandado, tem “Como foi seu dia? Boa tarde, mozão, Bom dia, mozão”. Um monte de emoji. Meu coração é um brinquedo de encaixar, não adianta tentar colocar estrela no lugar do quadrado, não vai entrar, não vai dar certo. E uma vez que entra, ainda fica o vazio, lá, só cai a peça pra dentro. Porque saudade não é coisa que se sacia de uma vez só. Levanta a caixa, pega as peças novamente, encaixa, encaixa, encaixa. E a peça só entra se ela também quiser entrar em mim. Se ela não quiser, eu que vou ter de lidar com minhas expectativas, vazios, lacunas. O amor não correspondido é o auto-engano que eu fiz sem perceber. É jogar parafusos no buraco, peças menores, depois levantar e ver que ó, ó o que eu fiz sozinha, achei que recebia amor e não era, era só eu tentando preencher esses vazios. No entanto, o amor correspondido, aquela pecinha que desliza devagar e gostoso pra dentro, ah, essa eu quero sempre repetir. O desejo recíproco também funciona assim. Deslizando e entrando, às vezes mais gostoso pra um do que pra outro. Mas quando os dois gostam do encaixe e do deslizar, ah, aí vem a saudade…de peito, de corpo, de coração, de pica, do nome que derem. Eu gosto de sentir saudade, de corpo todo, de emoção inteira. Com espaço, com lacuna, pra eu ser eu mesma, pra você ser quem você é, pra eu te esperar, aberta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s